Uma técnica japonesa para superar a preguiça

21 de maio de 2020 0 17

Quase todos nós periodicamente nos definimos um novo objetivo ou desafio – e, com a mesma frequência, no final, não os alcança. Acabamos dizendo a nós mesmos que ainda não estamos prontos, que faremos na próxima semana, no próximo mês … no próximo ano.

Podemos até persegui-los com zelo no início. Mas uma vez que tenhamos feito um pequeno esforço, diremos a nós mesmos que já fizemos o suficiente, e é hora de levar essa coisa toda de iniciar uma nova vida mais devagar.

Por que sempre acaba assim? A resposta é bastante óbvia: porque tentamos alcançar muito, muito rápido; porque nos cansamos da nova responsabilidade; porque é difícil mudar velhos hábitos e tentar algo novo.

Kaizen, ou o princípio de um minuto

Na cultura japonesa, existe a prática do Kaizen, que inclui a idéia do “princípio de um minuto” para o auto-aperfeiçoamento. No centro desse método está a ideia de que uma pessoa deve praticar fazendo algo por um único minuto, todos os dias no mesmo horário.Claramente, não deve haver nenhum problema para absolutamente ninguém – mesmo a pessoa mais preguiçosa – realizar uma determinada tarefa por um período tão pequeno de tempo. Enquanto na maioria das vezes você encontra uma desculpa para não fazer algo quando se depara com a execução por meia hora ou uma hora por dia, você deve ser capaz de ficar sem receios por apenas 60 segundos.

Seja fazendo flexões ou lendo um livro em um idioma estrangeiro, neste caso, a tarefa anterior não parecerá algo desagradável que você terá que passar, mas será uma atividade que lhe traz alegria e satisfação. Ao dar um pequeno passo de cada vez, você seguirá para o caminho da auto-perfeição e obterá ótimos resultados.

É importante superar a falta de confiança que você possa ter em suas próprias habilidades, além de se libertar desses sentimentos de culpa e desamparo. Você precisa experimentar uma sensação de vitória e sucesso para seguir em frente.Quando você se sentir inspirado por esses sentimentos, começará gradualmente a aumentar a quantidade de tempo gasto na realização da tarefa que se propôs. – talvez a princípio apenas por mais cinco minutos, mas isso logo se transformará em meia hora e depois ainda mais. Dessa forma, o princípio de um minuto permite que você veja o progresso que está fazendo diante de seus olhos.

O Kaizen se originou no Japão. A palavra em si contém duas raízes – kai (mudança) e zen (sabedoria). Foi inventado por Masaaki Imai, que acredita que essa filosofia pode ser aplicada com tanto sucesso ao mundo dos negócios quanto à vida pessoal.

À primeira vista, essa prática pode parecer duvidosa e ineficaz para as pessoas que cresceram na cultura ocidental, com ênfase na idéia de que os resultados só podem ser alcançados mediante o esforço imenso. Mas programas elaborados e desafiadores de auto-aperfeiçoamento que privam uma pessoa de grandes quantidades de energia podem simplesmente acabar exaurindo-a e não deixar resultados tangíveis,enquanto Kaizan é algo que qualquer um pode tentar em praticamente qualquer esfera de sua vida. No Japão, por exemplo, é frequentemente aplicado para melhorar as técnicas de gerenciamento.

Tudo o que você precisa fazer é entender o que você deseja alcançar e já está pronto.

Com base em material de: timesnet.ru

web statistics