Os cientistas lançaram uma transmissão ao vivo a partir do fundo da Fossa das Marianas

21 de maio de 2020 0 18

A humanidade descobriu muitas galáxias, mapeou quase todos os planetas do sistema solar, explorou a superfície de Marte e até pisou na lua. Ainda assim, há um lugar que sabemos muito menos do que todos esses planetas distantes – e é a Fossa das Marianas. É a vala mais profunda de 11 quilômetros de comprimento do Oceano Pacífico. É inexplorado e apresenta um verdadeiro mistério para a humanidade.

Mas apenas algumas semanas atrás, a Administração Oceânica e Atmosférica Nacional dos EUA lançou uma expedição à Fossa das Marianas,que vai explorar seu fundo por 2,5 meses. Curiosamente, o Okeanos Explorer, um navio com controle remoto, lidera uma transmissão em tempo real, e os cientistas comentam o que está acontecendo lá.

Todo usuário da Internet pode ver o fluxo on-line do lugar mais profundo da Terra. Além disso, podemos assistir às notícias e ver fotos de maravilhosos habitantes do mar no grupo oficial da expedição no Facebook –Pesquisa de Exploração Oceânica.

Atualmente, um submarino está explorando o fundo do oceano a uma profundidade de cerca de 3 km na parte sul da vala. Durante a expedição, os cientistas vão explorar o ambiente local – tanto os habitantes do fundo do mar que conseguem sobreviver em tal profundidade quanto a topografia do fundo do oceano.

Vale ressaltar que, durante esse período, apenas três pessoas caíram na trincheira, e a última delas foi o famoso diretor de cinema James Cameron, que estava procurando material para um novo filme de Avatar.

o Criativo equipe também está assistindo a vida no lugar mais profundo e misterioso do nosso planeta oceanexplorer.noaa.

Com base em materiais de oceanexplorer.noaa, Adaptado por , Criativo, Imagem de capa: pixabay

web statistics