Nove adaptações de filmes absolutamente excelentes da literatura clássica

21 de maio de 2020 0 25

A literatura clássica sempre esteve lá para nós. O tempo passa, mas essas obras-primas clássicas ainda continuam populares – em parte graças a essas excelentes adaptações de filmes.

Confira esta lista de adaptações de livros para filmes. Eles fazem uma noite de cinema perfeita!

O Grande Gatsby

Escrito por Francis Scott Key Fitzgerald, esta história é sobre a cidade de Nova York no início do século XX. É a mesma velha história sobre o amor, mas o desempenho é muito diferente. Os cineastas se afastaram um pouco da literatura clássica e se comprometeram com uma interpretação moderna do romance. O filme transmite sua energia louca para os espectadores; o cristal deslumbra, champanhe flui como água e carros caros fogem por todo lado! É um mundo totalmente novo, sobrecarregado de emoções, sentimentos e diversão!

Ana Karenina

O filme é baseado no romance de Leo Tolstoi, “Anna Karenina”. Alguns críticos não conseguiram suportar o filme, afirmando que acabou sendo uma compilação de episódios separados do romance. Mas através da atmosfera, figurinos, cenas e emoções, tudo é visualizado da maneira perfeita. Você gostará de assistir a este filme, não importa o que os críticos digam.

Dorian Gray

Para sempre jovem. Forever Cursed é o slogan deste filme, que reflete completamente o tema da história. A adaptação do romance de Oscar Wilde, “The Picture of Dorian Gray”, sofreu um escrutínio frio dos críticos, mas a história é cheia de mistérios e nos fala sobre um personagem principal luxuoso e polido, interrompido pela imoralidade e indulgência. E, claro, ainda há espaço para uma história de amor.

Orgulho e Preconceito

Esta série de drama romântico foi filmada com base no romance de Jane Austen com o mesmo nome. Os livros do romancista sempre retratam imagens de uma mulher tenra e sonhadora, com a capacidade de ser forte, sábia e bastante realista. Os personagens de Austen são capazes de ver o mundo como um todo, não apenas algumas partes dele. Desta vez, a adaptação é fácil de perceber, irônica e enfatiza emoções e romantismo, assim como o próprio romance.

Oliver Twist

O filme é baseado no romance de Charles Dickens, Oliver Twist, mas conta uma história completamente diferente. Mesmo o enredo intencionalmente transformado não conseguiu esconder a individualidade do gênio de Dickens no trabalho. Tendo transformado lágrimas amargas em felicidade, os produtores criaram um belo conto cheio de ilustrações precisas e explícitas.

os Miseráveis

Les Miserables é o maior romance épico de Victor Hugo. Sua obra-prima foi adaptada para o cinema muitas vezes, mas, neste caso, a melhor interpretação se tornou um musical. Foi a magia da música que coloriu as emoções dos personagens de Hugo. Les Miserables, um musical de Tom Hooper, é mais como uma ópera na qual todo o diálogo é cantado. Essa adaptação definitivamente tocará você.

O Conde de Monte Cristo

Este é um dos romances mais famosos de Alexandre Dumas e foi adaptado para a tela grande em 1998. No começo, você fica um pouco surpreso com a forma como Gerard Depardieu conseguiu o papel do nobre e bonito Edmond Dantes. Alguns minutos depois, no entanto, você entende que não é sobre a aparência dele, mas sobre o talento e o carisma dele. Você pode pensar que ele é muito diferente dos Dantes que você tinha em sua mente, mas Depardieu é tão bom em seu trabalho que você o compra totalmente. Como resultado, a adaptação foi um grande sucesso, graças em grande parte ao ator principal.

Os Pássaros Espinhosos

O romance de Colleen McCullough começa com uma narração sobre um pássaro que canta apenas uma vez na vida. Depois de deixar o ninho, encontra um arbusto de espinhos onde canta sua bela canção. No final, ele se empala sobre o espinho mais agudo e se eleva acima da agonia para cantar a música mais linda já ouvida. Ao ouvir essa música, mesmo Deus não pode deixar de sorrir no céu. A idéia por trás dessa lenda afirma que todas as melhores coisas podem ser alcançadas através da dor e do sofrimento. O romance foi brilhantemente adaptado em 1983.

Jane Eyre

Esta é uma das melhores adaptações cinematográficas do romance de Charlotte Brontë. Todos os personagens do filme são exatamente iguais aos que você tem em mente enquanto lê o livro. Jane, cuja natureza independente e espirituosa permanece intacta, tem belos olhos, como você imaginou, que o ajudam a ver quase literalmente dentro de sua alma. Rochester, interpretado pelo incrivelmente talentoso Timothy Dalton, continua empurrando a garota para longe e depois a puxando de volta. Ele é sombrio e temperamental, mas emocional e perturbado. A história toda é um ótimo exemplo de amor verdadeiro. Séculos se passaram, mas tudo permanece o mesmo.

Visualização: ainda de O Grande Gatsby

 

web statistics