Esta famosa pintura tem um significado oculto que ninguém jamais entendeu até agora

21 de maio de 2020 0 16

Vincent van Gogh pintou sua famosa Noite Estrelada um ano antes de sua morte, em junho de 1889. Não é apenas uma das maiores obras do artista, mas também é uma das mais importantes obras de arte da história da pintura ocidental.

Em 2004, observações usando o Telescópio Espacial Hubble revelaram nuvens rodopiantes de poeira e gás em torno de uma estrela distante. E, como afirmam os astrônomos, essas imagens da Galáxia parecem estranhamente com a Noite Estrelada de Vincent van Gogh.

Os cientistas começaram a estudar como as obras do artista se conectam à descoberta real e descobriram que há um padrão distinto de estruturas turbulentas de fluidos em muitas das pinturas de Van Gogh.

Acontece que, enquanto o famoso pintor holandês estava em um asilo na França, ele capturou um dos conceitos mais complexos e esquivos da ciência – a turbulência.

Na dinâmica de fluidos, turbulência é o termo usado para descrever o fluxo de fluidos com um distúrbio violento, em que redemoinhos grandes se desenvolvem para formar estruturas de menor escala; esses turbilhões menores, por sua vez, passam pelo mesmo processo, dando origem a turbilhões ainda menores. Por exemplo, turbulência causa a formação de nuvens. Se parece com isso:

Mais de cem anos atrás, em um período de intenso sofrimento, Van Gogh foi capaz de perceber e retratar um dos fenômenos mais difíceis que a natureza já produziu e une os maiores mistérios de movimento e luz em sua mente.

Essa descoberta encorajou os cientistas a verificar os trabalhos de outros impressionistas para descobrir se eles poderiam representar turbulências da mesma maneira. Mas o estudo mostrou que suas pinturas não são tão precisas em termos de matemática, em comparação com as obras de Van Gogh. Nem mesmo The Scream de Edvard Munch poderia se equiparar a Starry Night.

Assim, nos tempos mais sombrios de sua vida, Van Gogh conseguiu capturar um dos conceitos mais complexos e intrincados da física e da matemática.

Veja este vídeo para saber mais sobre a turbulência e as pinturas de Van Gogh:

Fonte cameralabs

web statistics